Seguidores

19 julho 2010

Ricardo Novais - Blog de Literatura

Nasci numa cidade de coração cinza. São Paulo, uma gigante que corrompeu-me, enganou-me e maltratou-me. Entretanto, em todos os momentos eu me diverti da hipocrisia que carrego em mala grande; alguma vez também viajei por lugares onde existe o mar belo, como o Rio - mas aí usei somente chinelos aos pés, copos às mãos e mochila com ideias velhas e títulos à cabeça. Minha idade é a mesma da "Geração Y", esta que é tão vazia e celerada ao mesmo tempo. Desgraçadamente, ainda procuro a tal musa inspiradora que aceite casar-se comigo e fazer uma família feliz que não leia Schopenhauer... Pensando melhor, procuro simplesmente alguma moça que deixe-me visitá-la em seu trabalho noturno, de vez em quando.

Sim, senhores editores e leitores, sou autor enfático e um pouco pessimista. Vejo um mundo onde tudo é relativo; e, num mundo onde nada é absoluto, não se justifica amar nem odiar - só resta a indiferença, o ceticismo e, às vezes, alguma lembrança do passado. Desculpem este parvo blogueiro, aposto que já se enfadaram deste texto balofo e tedioso; mas não reclamem muito, eu não os avisei que esta falta de estilo literário limita o meu talento? Muitas vezes acho que poderia escrever melhor, mas aí não me divertiria tanto... Sim, sim, agora fracassou de vez a coerência desta apresentação; de modo que já vou a terminando por aqui. Antes, porém, digo que, como já citado acima, escrevo sempre no Blog do Ricardo Novais e, eventualmente, como colaborador, no O Bule e num jornal de bairro (zona sul de São Paulo) com o sugestivo nome de "Pólen"; ah, e publiquei um romance debochado, "O Boêmio, As Confissões de um Religiosos", graças a parceria inestimável dos amigos da editora Bookess - quais sempre serei grato - e estou em vias de publicar um segundo livro, este só de contos, intitulado "Trem Noturno".

Blog de Literatura e Ficção: Ricardo Novais